Memorizando

‘Grupo de Memória’ auxilia moradores da Casa do Sol

O primeiro ‘tombo’ de bicicleta, os desenhos animados da infância e aquela música que sempre tocava no rádio...

Esses pequenos momentos são tão singelos, porém, muito importantes na vida de cada indivíduo. Essas lembranças ficam armazenadas no centro do nosso sistema nervoso: o cérebro. Segundo neurocientistas, com o passar dos anos, é imprescindível o exercício do cérebro e a estimulação da memória.

Por isso, uma vez por semana, a Casa do Sol realiza uma das atividades mais importantes para os moradores, ‘O Grupo de memória’, pois, nele os moradores exercitam a ‘mente’ e compartilham vivências.

“Esses exercícios estimulam a atenção e concentração dos moradores”, explicou a psicóloga Renata Mariano Marques que, desde 2014, lidera o grupo. Os métodos utilizados são jogos e dinâmicas em grupo, com ilustrações, palavras ou oralmente. “Alguns idosos já possuem algum déficit, a ideia é fazer com que não progridam.

Já, os que não têm, prevenção é o caminho para que não venham a ter”, complementou. Renata tem 24 anos de carreira e 10 na Casa. Ela também realiza outros trabalhos com os moradores, como: grupo de estímulo, rádio do sol, entre outros, que auxiliam no desenvolvimento dos moradores. “É gratificante ver o esforço deles e como eles se ajudam. Como psicóloga consigo prevenir e realizar cuidados com a saúde mental”, disse Renata. Há quem pense que o ambiente possa ser calmo e concentrado. Mas, na verdade, os moradores se divertem contando piadas e histórias. Além de se ajudarem nas atividades, “também é uma forma de socialização”, comentou a psicóloga. O morador Hugo Nunes Pio, assíduo no ‘Grupo de Memória’, enfatizou: “eu gosto, porque força a nossa cabeça a pensar”.